Preserve suas restaurações com o uso de clorexidina

Utilizar uma pasta de clorexidina a 2% pode ajudar a preservar suas restaurações1

Um importantíssimo passo para o sucesso durante procedimentos adesivos está diretamente ligado ao uso de Consepsis, uma pasta antibacteriana de gluconato de clorexidina a 2% livre de emolientes. Consepsis limpa e desinfeta preparações, ajudando na prevenção de microrganismos para dentro dos túbulos dentinários e minimizando assim a chance de sensibilidade pós-operatória.

A aplicação de Consepsis também se mostra eficiente na ação antimicrobiana precedente ao capeamento pulpar, mesmo em estudos em que a contaminação bacteriana foi induzida antes da aplicação do produto2.

Além de proporcionar atividade antimicrobiana prolongada e eficaz, Consepsis reduz o potencial para sensibilidade pós-operatória e pode assegurar melhores forças de adesão a longo prazo através da inibição da ação das MMPs na camada híbrida. 3-5

consepsis_001

As forças de adesão permaneceram estáveis nas amostras tratadas com 2% de CHX, enquanto que as forças de adesão em dentes não tratados com CHX diminuiram significativamente.

INDICAÇÕES DE CONSEPSIS

Ação antimicrobiana para cavidade e preparações:

consepsis_002O uso de Consepsis ajuda a diminuir consideravelmente as chances de sensibilidade pós-operatória, através de limpezas meticulosas e limpezas antes de selar e restaurar. Utilize Consepsis antes de cimentação de coroas (provisórias e/ou definitivas) e restaurações diretas.

Consepsis solução – Enxague endodôntico previamente à obturação do canal:

consepsis_003Consepsis é recomendado para desinfecção durante procedimentos endodonticas, como lavagem final antes de selagens e obturações de canal. Consepsis deve ser utilizado após a remoção do smear layer para desinfectação do canal. Hipoclorito de sódio deve ser enxaguado e removido antes da aplicação de Consepsis.

IMPORTANTE: Não misturar Consepsis e hipoclorito de sódio no canal, pois estimula a formulação de um precipitado escuro.

1. Carrilho MR, Carvalho RM, Sousa EN, et al. Substantivity of Chlorhexidine to Human Dentin. Dent Mater. 2010;26(8):779-85.
2. Gultz J, et al. 
Antimicrobial activity of cavity disinfectants. Gen Dent. 1999 Mar-Apr;47(2):187-90.
3. Carrilho MR, et al. 
In vivo Preservation of the Hybrid Layer by Chlorhexidine. Journal of Dental Research 86(6):529-533, 2007.
4. Carrilho MRO, Carvalho RM, de Goes MF, et al.
Chlorhexidine preserves dentin bond in vitro. J Dent Res. 2007;86(1):90–94.
5. Brackett WW, Tay FR, Brackett MG, Dib A, Sword RJ, Pashley DH.
The effect of chlorhexidine on dentin hybrid layers in vivo. Oper Dent. 2007;32(2):107–111.

Anúncios

Muito além de polimerizações! Apresentamos a você toda a versatilidade das lentes do VALO!

imagem_video_VALO_lentes

O fotopolimerizador VALO da Ultradent é reconhecido mundialmente como o melhor fotopolimerizador do mercado por conta dos vários prêmios recebidos desde o seu lançamento, conferidos pela sua durabilidade, potência, entrega homogênea de luz através de sua incomparável colimação e design ergonômico que permite fácil acesso a todos os locais da boca onde for necessário realizar a fotopolimerização.

Estas são apenas algumas das características que fazem o VALO ser reconhecido por muitos como o melhor fotopolimerizador do mundo. Mas além de tudo isso, há uma outra característica que torna o VALO uma ferramenta ainda mais diferenciada no dia a dia do dentista em seu consultório: estamos falando de toda versatilidade das lentes que quando acopladas ao VALO possibilitam que o dentista vá muito além de uma eficiente e confiável polimerização.

VALO possui lentes exclusivas que permitem a realização de diferentes funções, desde diagnósticos clínicos até a construção do contato proximal em restaurações estéticas de classe II. As lentes se acoplam magneticamente ao fotopolimerizador, permitindo uma precisão e agilidade inigualável durante sua utilização.

 

Lente VALO Black Light

001A lente Black Light filtra e emite apenas a luz negra usada para detectar partículas fluorescentes em resinas para uma fácil diferenciação em relação ao esmalte natural.

Esta lente é particularmente útil em Ortodontia e Odontopediatria. É muito comum que logo após a remoção dos brackets ortodônticos, resíduos de resina praticamente invisíveis permaneçam sobre o esmalte, tornando o processo de remoção destes resíduos muito difícil. Com a lente Black Light, a resina fluorescente torna-se visível e pode ser prontamente identificada e removida.

Uma prática comum em casos de Odontopediatria e Prevenção é a aplicação de um selante de fóssulas e fissuras de cor diferente a cor natural do dente (por exemplo: branco opaco) para que possa ser mais facilmente identificado. Com um selante de fóssulas e fissuras fluorescente como UltaSeal XT Hydro e um fotopolimerizador VALO com a lente Black Light, você pode optar por uma cor que seja parecida com a cor natural do dente para melhores resultados estéticos.

 

Lente VALO PointCure

Lente tran004sparente que concentra a luz em um feixe de luz de 2,5mm de diâmetro, ideal para cimentação de facetas de porcelana.  A lente PointCure, muito indicada por formadores de opinião em todo o mundo, tem como objetivo facilitar o procedimento de cimentação de facetas, onde o dentista realiza a polimerização inicial pontual através da faceta para fixa-la na posição desejada e posteriormente retira o excesso de cimento resinoso não fotopolimerizado sem comprometer a adaptação da faceta, de maneira previsível, confiável e eficiente.

 

Lentes TransLume

007As lentes Translume Laranja e Verde fazem do fotopolimerizador VALO uma excelente ferramenta de diagnóstico para detectar características estruturais do esmalte e da resina, e permite também a identificação de trincas, pinos e bolhas nas estruturas internas dos dentes, muitas vezes sem a necessidade de raio-x.

A capacidade de penetração da lente de cor laranja mostra a obstrução da luz causada por pinos ou bolhas internas. A lente verde ajuda a localizar e revelar trincas e diferenças sub-superficiais.

 

Lentes ProxiCure Ball

010Disponível em 2 versões (grande e pequena), a lente ProxiCure Ball permite a construção de contatos proximais convexos em restaurações de classe II. Esta engenhosa invenção, idealizada pelo renomado Dr. John Kanca III,conhecido mundialmente por seu vasto conhecimento sobre adesivos e procedimentos restauradores inovadores, permite ao clínico pressiona-la contra a parede interproximal da matriz contra o dente adjacente ao mesmo tempo em que polimeriza a resina composta, eliminando a necessidade de um instrumento fotocondutor para o contato proximal, melhorando o acesso e utilizando apenas uma mão.

Não afunde a lente ProxiCure Ball dentro da resina composta. A marca deixada é facilmente preenchida com resina composta em um segundo passo.

 

Lente EndoGuide

013A lente EndoGuide foi criada especialmente para retro-obturação apical e outros preparos estreitos de difícil acesso. Esta lente indicada para procedimentos endodônticos funciona como uma guia de luz que permite uma angulação na entrada de luz. Seu uso não é indicado para outros tipos de restauração, uma vez que a colimação do fotopolimerizador VALO por si só, sem a ajuda de lentes, garante a entrega eficiente de energia a materiais fotopolimerizáveis localizados a uma distância razoável (inferior a 10 mm)**.  Para mais informações sobre os Kits e lentes do VALO, acesse: https://www.ultradent.com/pt-br/Dental-Products/equipamento/fotopolimerizador-LED-VALO/Pages/default.aspx

014

*As lentes de VALO são vendidas separadamente e não estão inclusas no kit do fotopolimerizador VALO.

**Em casos de distâncias entre 6-10mm, se recomenda duplicar o tempo de exposição a luz do VALO.

Cortesia fotografias: Dr. Rafael Beolchi, Dr. Gustavo Watannabe e Dr. Fabio Salomão.

Fotopolimerizador VALO, porque cada segundo conta!

post_VALO.png

A cada dia que passa, o gerenciamento do tempo e das atividades de um dentista torna-se mais importante na busca pela qualidade de serviço prestado e satisfação de seus pacientes. A Ultradent entende o valor e importância de cada segundo investido pelo dentista durante os mais diversos tipos de procedimentos odontológicos. Foi pensando nestas necessidades diárias de otimização do tempo e entrega de alta qualidade de luz durante tratamentos odontológicos que o premiado fotopolimerizador da Ultradent VALO foi criado. VALO possui três modos de polimerização, oferecendo três diferentes potências que se enquadram perfeitamente ao trabalho de qualquer dentista, independentemente de sua especialidade.

Numa entrevista há alguns anos nos Estados Unidos quando fotopolimerizadores de baixa potência ainda eram mais populares, Dr. Gordon Christensen, renomado dentista e formador de opinião, fundador do Clinician’s Report e membro da comissão seletiva de empresas participantes do prêmio Golden Hands Award, fez uma projeção de que alguns dentistas conseguiriam economizar em torno de US$ 26,000 por ano, simplesmente trocando seus fotopolimerizadores de baixa potência por equipamentos de tecnologia mais avançada e que produzissem uma maior intensidade de luz.

VALO oferece uma polimerização completa e uniforme em um espaço de tempo mais curto através de seu modo mais potente (Xtra Power) com apenas 3 segundos para procedimentos mais específicos, se comparado a outros fotopolimerizadores convencionais que requerem um mínimo entre 10 e 20 segundos de polimerização independente do procedimento. Além do modo Xtra Power, VALO ainda oferece outros dois modos de potência, Standard (1000mW/cm2) e High Power (1400mW/cm2), para maior flexibilidade do uso do aparelho de acordo com a preferência e protocolo de cada profissional.

Como o VALO consegue entregar tanta potência/qualidade em tão pouco tempo?

valo_accessibility[1]

Primeiramente, a cabeça fina do VALO permite acesso fácil e direto a todos os locais de restauração, até mesmo em bocas mais pequenas.  Este acesso fácil possibilita que as luzes de LED do aparelho alcancem mais facilmente todos os lados da restauração, entregando toda energia de forma uniforme no local da restauração e muito mais conforto para seus pacientes.

valo_collumation[1]

VALO foi projetado para oferecer polimerização completa, independentemente da propriedade do material usado em resinas compostas. “VALO é um dos poucos aparelhos no mercado capaz de fotopolimerizar todos os materiais odontológicos fotopolimerizáveis”, diz Dr. John Flucke. Muitos geram intensidades de luz entre 450-470 nm, aceitável para a conhecida canforoquinona (fotoiniciador mais frequente utilizado nas resinas compostas), mas não para outros fotoiniciadores. O VALO com seu amplo espectro, produz luz de alta intensidade entre 395-480nm, capaz de fotopolimerizar todos os materiais.

valo_lens_macro[1].jpg

Outra grande oportunidade para se economizar mais dinheiro se deve graças a incrível durabilidade do corpo do VALO, esculpido em tornos de tecnologia CNC de alta precisão a partir de uma única barra de alumínio aeroespacial de alta pureza, resistência, durabilidade incomparável e garantia de três anos.

Ainda tem dúvidas de que o VALO é o melhor fotopolimerizador do mundo?

Pergunte a opinião daqueles que já fazem uso desta grande criação da Ultradent ou visite nosso site CLICANDO AQUI e veja mais detalhes sobre este produto de qualidade insuperável.

 

FORMA, A NOVA RESINA NANO-HÍBRIDA DA ULTRADENT SERÁ LANÇADA NO CIOSP

Material ideal para técnicas simplificadas. Um kit pensando no dia a dia do clínico e promoções especiais estarão a sua espera durante o CIOSP 20171-forma-lancamento-ciosp

A Ultradent inova mais uma vez e lança durante o 35° Ciosp sua resina composta FORMA ZIRCONIA NANO-HYBRID COMPOSITE, um material com propriedades ópticas e mecânicas que garantem o equilíbrio ideal entre opacidade e translucidez, com excelente resistência mecânica e consistência otimizada para ser fácil de esculpir. Um produto único, versátil, idealizado para restaurações perfeitas até o polimento final.

PROPRIEDADES FÍSICAS: ZIRCÔNIA  

Diferente de muitos compósitos, a composição química de FORMA compreende Vidro de Bário de tamanho médio de 0,7 microns e partículas nanométricas de Zircônia, que preenchem os espaços deixados pelas partículas de vidro, resultando em um material nano-híbrido com consistência de trabalho melhor e mais resistente mecanicamente.

FORMA apresenta uma dispersão ideal entre partículas de vidro e Zircônia. Muitas compósitos nano-híbridos possuem somente partículas de vidro, que por serem disformes necessitam de mais monômeros entre elas. FORMA possui o equilíbrio ideal de partículas, com menor quantidade de monômero entre elas, resultando em melhor resistência.

PROPRIEDADES ÓPTICAS: EQUILÍBRIO DE TRANSLUCIDEZ

Um dos maiores desafios em restaurações dentais é igualar as mesmas condições ópticas entre dentes e restauração.  Para conseguir essa característica óptica ideal é preciso encontrar o equilíbrio perfeito entre opacidade, translucidez e fluorescência.

restauracao-classe-i-lucas-silveira-e-reabilitacao-estetica

A composição de FORMA possui esse equilíbrio desejado e por isso é possível alcançar excelentes resultados estéticos em até 80% dos casos, utilizando apenas uma cor, entre as suas cores de corpo.

Além disso, FORMA apresenta cores de esmalte, dentina, incisais e translúcidas e também cores para dentes clareados, para restaurações onde a técnica incremental é necessária ou desejada.

FORMA: CRIE E APAIXONE-SE

3-crie-e-apaixone-se

Para o presidente da Ultradent Brasil, o engenheiro Antonio Gomes, a expectativa é oferecer ao dentista uma nova resina que otimize o seu trabalho sem comprometer o resultado final, garantindo a reprodução da cor natural do dente com procedimentos simplificados.

“A Ultradent é uma empresa reconhecida mundialmente por criar produtos de qualidade com protocolos otimizados, como o fotopolimerizador VALO, a família de hemostáticos Viscostat, os fios retratores Ultrapak, a linha de clareadores Opalescence PF, com destaque para o Opalescence GO e Opalescence Boost, além das pontas e seringas de irrigação e aspiração, como as elogiadas Navitips”, exemplifica Gomes.

“Na linha de compósitos temos excelentes resinas para estratificação, como a Vit-l-escence, porém há alguns anos estamos estimulados em olhar para uma nova proposta de resina composta, com o mesmo padrão de qualidade dos demais materiais da Ultradent, mas também pensando no tempo de trabalho do clínico. Assim, chegamos na FORMA. Estamos felizes e ansiosos em oferecer FORMA aos dentistas”, comemora.

O lançamento de FORMA, a primeira resina nano-hibrida da Ultradent acontecerá durante o CIOSP deste ano. A data coincide com a conclusão de testes clínicos e o uso da resina por alguns professores especialistas em Dentística.

“Foram vários meses interagindo com alguns profissionais, speakers por quem temos muito respeito e consideração pelo trabalho que realizam. Receber de todos uma avaliação positiva da nossa resina foi fundamental”, agradece Gomes.

Testes mostrando que FORMA é uma resina “de excelente esculpibilidade, estética interessante e que permite simplicidade técnica e facilidade no uso”, opina a Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília (UNB) e Especialista em Dentística pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e em Prótese pela ABO-DF, Raquel Lana Passos.

Relatos sobre a proposta do material com entrega de resultados estéticos ideais em um passo, uma cor, “utilizo e recomendo FORMA pela simplificação da técnica e alta qualidade do material”, avalia o Professor Dr. Paulo Vinicius Soares da Faculdade de Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia (MG).

Sobre a versatilidade do material, “FORMA tem o equilíbrio estético ideal entre translucidez e opacidade. O resultado é uma técnica simplificada e restaurações excelentes”, afirma o Professor, Mestre em Biomateriais pelo IPEN da Universidade de São Paulo, Rafael da Silva Beolchi.

Fácil de manipular, possui consistência ideal, “a resina FORMA apresenta lisura e brilho real, alcançados simplesmente respeitando a técnica e seguindo o protocolo de polimento, material excelente”, relata o Mestre em Odontologia e Doutorando em Dentística Restauradora pela UNESP Araçatuba, Fabio Salomão.

Durante o CIOSP 2017, a Ultradent terá o prazer de receber em seu estande todos os dentistas presentes na feira para conhecer FORMA, CRIAR E APAIXONAREM-SE.

O Estande da Ultradent fica na Avenida H, 3139, Rua 3000, 3140.

Apresentação

apresentacoes-e-cores-disponiveis

Serviço:

Para mais informações sobre a resina FORMA ZIRCONIA NANO-HÍBRIDA COMPOSITE >>clique aqui<< e visite a página de FORMA em nosso website.

Ultradent Produtos Odontológicos

Crédito Imagens: Fotocriativa

 

 

A técnica do Duplo Fio

Os desafios mais comuns para obter uma moldagem de qualidade são conseguir um afastamento gengival adequado e controle de fluidos. Tente a técnica de retração de duplo fio em conjunto com agentes hemostáticos efetivos para assegurar as duas coisas.

Primeiro fio: Assim que a hemostasia for obtida, coloque cuidadosamente um fio único, como o Ultrapak #00, tão fundo quanto possível, no sulco.

1

Condense o segundo fio, mais espesso, umedecido em solução hemostática para expansão lateral dos tecidos.

2

Lave toda a área e seque gentilmente.

3

As vantagens da dupla Micro abrasão + Clareamento

Você sabia que combinar a micro abrasão com tratamentos clareadores caseiros ou de consultório pode promover resultados otimizados para pacientes com fluorose ou desmineralização?

opalustre_syringe_whiten_08refl
Pastas de micro abrasão química são excelentes agentes no tratamento de manchas causadas por fluorose ou desmineralização do esmalte

Essas pequenas manchas e irregularidades na textura podem ser difíceis de abordar porque, muitas vezes, os tratamentos clareadores são considerados como única opção. Alguns clínicos simplesmente abandonam quaisquer outras soluções, após verem resultados não satisfatórios com o tratamento realizado unicamente com clareadores, e passam para tratamentos mais invasivos e agressivos, como facetas de porcelana ou coroas, por exemplo.

Combinação de micro – abrasão com agentes clareadores (caseiros ou de consultório) pode prevenir tratamentos mais invasivos

Isso significa que é importante educar clínicos e pacientes para o uso seguro, consciente e eficaz da micro abrasão do esmalte. Os efeitos positivos desse procedimento (micro abrasão + clareamento) permitem ao dente adquirir uma maior resistência à futuros danos causados por bebidas e alimentos ácidos, bem como à formação de placas bacterianas.

O Condicionamento Ácido Total na odontologia

Os condicionadores ácidos são produtos fundamentais no dia a dia da grande maioria dos consultórios odontológicos, e sua ação é crucial para que uma restauração seja feita com qualidade e garantia de resistência e durabilidade.

1038278101L

Mas você sabe como o condicionador ácido funciona? Apesar de simples, o procedimento ocasionalmente gera dúvidas em clínicos de todo o mundo.

Em resumo, as restaurações seguem três passos principais: o ataque ácido, a aplicação do adesivo e a colocação da resina. O primeiro passo, que será discutido aqui, envolve o Ataque Ácido Total.

Basicamente, a superfície dentária (ou esmalte) é extremamente polida, e por isso nenhuma restauração estética se adere eficientemente a ela sem um sistema adesivo, composto Acído – Primer – Adesivo. O condicionamento ácido total tem como função promover uma leve descalcificação, o suficiente para criar microporosidades que facilitem a adesão da resina ao esmalte.

UltraEtch2

Um dos principais condicionadores ácidos do mercado é o Ultra-Etch, da Ultradent, que possui características únicas e extremamente importantes para auxiliar os dentistas na excelência dos tratamentos.

A primeira deles é a função auto – limitante em relação a profundidade do condicionamento ácido. Em um ataque ácido de 20 segundos, o ácido se limita a atingir 1,9µm. Alguns ácidos do mercado chegam a atingir 4,8µm. Tal profundidade excede o nível adequado e pode ocasionar uma impregnação incompleta da resina.

Outro diferencial é que, graças às suas propriedades físico-químicas que promovem a ação capilar, o Ultra-Etch, apesar de sua viscosidade (o que impede que o ácido escoe em uma superfície vertical) penetra mesmo nas menores fissuras e superfícies oclusais, criando um padrão de condicionamento que permite que o adesivo penetre de forma a obter maior adesão e menor risco de sensibilidade.