Você sabia que o cirurgião dentista tem direito a uma aposentadoria especial?

iStock_000022256023Medium
Conheça os seus direitos na hora de “pendurar o contra-ângulo”

Você certamente já deve ter escutado falar que os profissionais que exercem as suas atividades sob condições que prejudiquem sua saúde ou a sua integridade física (condições insalubres) fazem jus a uma aposentadoria especial.

Este é o caso dos cirurgiões dentistas, uma vez que os profissionais estão permanente expostos a agentes prejudiciais à saúde, como materiais infecto-contagiantes e radiações ionizantes, ou no momento em que examina os dentes e a cavidade bucal, por via indireta (utilizando aparelhos) ou, por via direta, para verificar a presença de cáries e outras afecções, pelo ruído do micro motor, pela postura da cervical ou de toda coluna vertebral ao se fazer uma restauração, dentre outras inúmeras situações que tornam o trabalho insalubre.

Portanto, o cirurgião dentista, na condição de segurado do INSS ou na condição de funcionário público federal, distrital, estadual ou municipal, que tem regime previdenciário próprio, poderá requerer a sua aposentadoria especial aos 25 (vinte e cinco) anos de serviço.

Qual o real benefício dessa aposentadoria especial?

Ao assegurado do INSS ou ao funcionário público cirurgião dentista, há uma gama de vantagens: primeiro: não há observância de idade mínima; segundo: não há a utilização do temível fator previdenciário, que reduz consideravelmente o valor da aposentadoria em, no mínimo, 30% e que, dependendo da situação, a perda pode chegar a mais de 60%; por fim, quem tem direito a aposentadoria especial terá no cálculo da renda mensal inicial de seu benefício 100% do salário de benefício. Esse é o seu direito.

Fonte: CFO

Anúncios

7 comentários sobre “Você sabia que o cirurgião dentista tem direito a uma aposentadoria especial?

  1. Já tenho os 25 anos recolhidos , como proceder para requerer aposentadoria Especial . Alguma indicação de um Advogado que já requereu com sucesso a Aposentedoria Especial ?
    Roberto
    26/03//2015

    Curtir

    1. Olá Dr. Roberto, como vai?
      Recomendamos que o senhor tenha em mãos os comprovantes do recolhimento e, se possível, consultar uma agência do órgão sobre a sua situação, para em seguida procurar um advogado especialista na questão.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s